Voltar

Contabilidade digital: 5 desafios do contabilista

O setor da contabilidade está em constante evolução e exige uma grande capacidade de adaptação por parte dos profissionais a um novo paradigma, seja pela legislação cada vez mais rigorosa, seja pela inclusão da tecnologia.

Não há dúvidas de que o futuro da contabilidade tem foco no digital e no aumento da produtividade. Perspetivam-se, contudo, vários desafios para estes profissionais.

1. Eliminar tarefas repetitivas

Através da automatização das operações contabilísticas, do pré-preenchimento das declarações fiscais e demonstrações financeiras e da desmaterialização, o contabilista elimina tarefas morosas e rotineiras, como o processamento de dados, o registo contabilístico e o reporte, ao mesmo tempo que reduz o erro humano associado às operações manuais.

Partindo de um sistema de machine learning e Inteligência Artificial, o registo e contabilização automática das faturas, as sugestões automáticas de contabilização das vendas e dos processamentos de salários e a reconciliação de movimentos bancários automática, apenas exigem do contabilista a confirmação visual e aceitação das sugestões.

2. Aderir à tecnologia

O contabilista não deve olhar para a adoção de ferramentas e soluções tecnológicas como uma barreira ou desafio, mas sim como oportunidade para aumentar a produtividade e eficiência no seu trabalho. Os contabilistas que entendem o potencial e a importância destas tecnologias, e investem nas ferramentas e na formação necessária para tirar o máximo proveito, estão em clara vantagem.

As tarefas automáticas e multi-empresa, o acesso direto a entidades externas e a obtenção de guias de pagamento, certidões e outros documentos, a geração de pagamentos de salários, de impostos e a fornecedores, são algumas funcionalidades que vêm simplificar ainda mais a vida do contabilista.

3. Trabalhar no mesmo sistema da empresa

Um dos grandes desafios é ter o empresário a utilizar o mesmo software integrado de faturação, gestão e contabilidade na Internet, partilhando a informação num único local, sempre atualizado e acessível em qualquer lugar.

Desta forma, o contabilista pode acompanhar o gestor no seu dia-a-dia, com tempo de qualidade para a análise, interpretação e reporte da informação contabilística e de gestão essencial para a tomada de decisão. Em simultâneo, o empresário passa a ter autonomia para consultar declarações, mapas da contabilidade e outros à distância de um click sempre que necessário.

4. Ter tempo para apoiar e aconselhar o empresário

Ao aliar a tecnologia à sua profissão, o contabilista consegue extinguir as tarefas repetitivas, que antes lhe tomam grande parte do seu tempo, e como tal dedicar-se às reais necessidades das empresas.

Cada vez mais suportado pela tecnologia e num crescente ambiente colaborativo, o contabilista deve assumir definitivamente um papel de consultor, colocando os dados e informações da contabilidade ao serviço dos gestores e empresas, em tempo real. O contabilista de amanhã será certamente mais relevante e estratégico para a gestão dos negócios e das empresas.

5. Acompanhar as alterações e atualizações constantes de legislação

A necessidade de aprendizagem e acompanhamento das constantes alterações legislativas, bem como de obrigações de reporte e conformidade, exigem reações rápidas e assertivas do contabilista para o cumprimento dos prazos não raras vezes apertados.

Um software online que entregue as atualizações sem necessidade de instalações e complicações e em que o pré-preenchimento das declarações fiscais e demonstrações financeiras são automações ao serviço do contabilista vem reforçar o cumprimento atempado das inúmeras obrigações fiscais.

Tanto o TOConline como o Business promovem a colaboração entre o contabilista certificado e o empresário, num sistema de informação 100% online, completo e integrado, com funcionalidades que vão muito para além do programa tradicional de contabilidade.

O arquivo digital e o registo automático de documentos, a integração da informação bancária e os pagamentos de salários, impostos e a fornecedores, a gestão de obrigações e as tarefas multi-empresas, permitem dar um passo em frente na adoção de ferramentas de robotização e arquivo digital que, por sua vez, acrescenta valor ao serviço do contabilista ao libertá-lo para as tarefas estratégicas de apoio à gestão das empresas.