Voltar

3 maiores marketplaces mundiais para vender online

Hoje em dia é possível comprar qualquer artigo sem sair do lugar, fazendo-o em poucos minutos e de forma a que chegue a sua casa no dia seguinte. Todo este conforto aliado aos preços competitivos que, muitas vezes, o canal online disponibiliza comparativamente ao meio offline, explica o porquê das vendas online terem cada vez mais adeptos.

Neste sentido, e mesmo se tratando do mundo virtual, também existem cada vez mais meios de efetuar uma compra, como é o caso dos marketplaces.

O que é um marketplace?

marketplace atua como um shopping online onde se encontram diversas lojas, sendo possível encontrar uma panóplia de artigos, das mais variadas categorias de produtos. Qualquer empresa pode ter os seus produtos à venda nestes locais, tendo apenas de se registar como vendedor. Esta pode ser uma ótima forma de começar a vender online ou exportar os seus produtos, sem um grande investimento inicial. Em troca, estas plataformas apenas cobram uma comissão sobre os produtos vendidos.

Caso pretenda saber como funcionam de forma mais detalhada os marketplaces e quais as vantagens e desvantagens que apresentam, encontra mais informação aqui.

3 maiores marketplaces do mundo

1. Amazon

Conhecida pela sua grande estrutura ao nível da supply chain management, a Amazon é uma valiosa empresa norte americana, sendo líder mundial. Aqui encontram-se todo o tipo de produtos e, além de ter os seus próprios produtos à venda, a Amazon permite que outros vendedores tirem partido desta via, identificando sempre a origem do artigo. Por facilitar o processo logístico e ter um grande reconhecimento no mercado, torna-o num dos marketplaces mais procurados. Mas atenção, para vender na Amazon a partir de Portugal, tem de usar o website espanhol, sendo que apresenta uma versão em português.

Vantagens
  • A Amazon pode ficar encarregue do embalamento, envio e atendimento ao cliente;
  • É um marketplace de confiança.
Desvantagens
  • Grande competição;
  • O custo inclui a subscrição mensal mais as comissões.

2. AliExpress e Alibaba

Ambos pertencem ao Alibaba Group e são marketplaces chineses com targets distintos onde se encontra de tudo. Enquanto que o AliExpress se destina especialmente ao consumidor final (business to consumer), o Alibaba concentra-se no mercado business to business. Por este motivo, os preços do Alibaba são mais generosos, no entanto, também é exigida uma quantidade mínima de encomenda, ao contrário do AliExpress.

Vantagens
  • Sem necessidade de subscrição mensal;
  • Opera em mais de 20 países.
Desvantagens
  • Reputação duvidosa ao nível da qualidade;
  • Cobra comissões das vendas.

3. eBay

Tal como a Amazon, também esta plataforma de e-commerce é de origem norte americana e encontram-se todo o tipo de produtos, com a diferença de que apresenta três modelos de venda, compra imediata com preço fixo, oferta direta ao vendedor e leilão.

Vantagens
  • Permite publicar 150 anúncios por mês sem custos adicionais;
  • Marketplace popular.
Desvantagens
  • A diferenciação concorrencial ocorre com base na estratégia de preço;
  • O custo inclui a subscrição mensal mais as comissões.

Outros marketplaces que operam em Portugal

Farfetch

Trata-se de um marketplace que vende vestuário, acessórios e calçado da indústria da moda de luxo. Esta empresa luso britânica com sede no Reino Unido, está presente em 4 continentes e conta com mais de 1.300 marcas. A Farfetch é conhecida pela boa experiência de compra que proporciona aos seus clientes.

Dott

O Dott é o primeiro marketplace português e opera apenas em Portugal. É possível encontrar aqui todo o tipo de produtos e permite ao cliente selecionar a melhor hora de entrega ou ainda optar pela recolha da encomenda nos mais de 1.500 pontos do país.

Wook

Pertence à Porto Editora e é a maior livraria online do país. Além da vasta gama de livros, possibilita a compra e venda de livros novos ou usados em diversas línguas para qualquer parte do mundo.

Fnac

A multinacional permite a venda de vários artigos de informática e tecnologia, papelaria, gaming e outros através do seu marketplace.

Worten

Além da vertente física, este marketplace de origem portuguesa alargou a sua gama de produtos e, além das categorias de tecnologia, desporto, beleza e papelaria, direciona-se também para decoração, mobiliário e jardim.

Aliar os marketplaces à estratégia da marca é uma boa aposta. No entanto, não deve descurar ter a sua própria loja online, personalizada, diferenciadora e que lhe permita uma vantagem competitiva em relação aos seus concorrentes.

Gestão eficiente das vendas

Tal como acontece nas lojas online, é necessário recorrer a tecnologia que agilize os processos da sua gestão do dia a dia. Um programa de faturação flexível como o POS Cloudware, além de permitir gerir as vendas e agrupar os valores dos vários canais, integra com diversas plataformas de e-commerce, nomeadamente a Shopkit e o WooCommerce, as Lojas Online CTT e a Jumpseller.

Só assim é capaz de ter uma visão global e em tempo real do negócio, agregando toda a informação e acompanhando a sua evolução num só local, incluindo naturalmente a gestão do inventário e stocks de cada canal de venda.

Por permitir trabalhar com vários pontos de venda associados a uma única conta, torna possível fazer uma distinção comparativa entre os diversos canais e obter os respetivos relatórios, acompanhar a evolução das vendas e identificar os artigos mais vendidos. Trabalhe de forma autónoma e em segurança, cumprindo todas as obrigações fiscais, e faça evoluir o seu negócio. Experimente já!